★☾ ✿Gente - Miúda✿

★☾ ✿Gente - Miúda✿
Era uma vez, uma garotinha que se chamava... Bora ler!

domingo, 29 de janeiro de 2012

Separação

(Autoria: Fernanda)
imagem da net


Ele era o menino mais doce de lá.
Ela o chamava de mano, porque o amava como irmão.
Os caminhos que passeavam todos os dias davam nas flores de um jardim muito bonito.
Naquele dia...

Ele - Quer ir ao jardim hoje Fernanda?
Ela - Não mano, hoje queria passear nas estórias apenas.
Ele - Mas as estórias, ficam mais bonitas quando tem perfume de flores.
Ela - Mas meu coração está apertado, ele não quer ir para lá.
Ele - Mas queria te mostrar a nova flor diferente que nasceu lá. Vem, não vamos demorar.
Segurando sua mão ele a guiou até o lugar.
Nem deu tempo de chegar e se ouviu um estouro. Mano foi caindo devagarzinho ao chão, os olhos dele foram fechando e sua mão soltando da minha.

O moço de farda olhou dentro dos meus olhos e disse: Escuta aqui menina, você não viu nada.
Lhe respondi, mas eu não vi mesmo moço, mas por favor socorre meu maninho, ele está dormindo e não quer acordar.
Aquilo durou muito, e entre lágrimas ela foi entendendo que o mano dormiu para sempre, não iriam mais ao jardim, nem passear de mãos dadas na praça. As estorinhas que ambos se contavam iriam ficar na sua lembrança.

Era outro golpe forte para uma menina.
Seu coração parecia estar partido porque lhe doía até a alma.
Olhou para o céu, ele estava mais azul, o sol mais brilhante, e os pássaros resolveram dançar um balé raro nas nuvens.

Ela deixou as lágrimas rolarem bastante, depois olhou novamente para o céu e disse: Senhor do alto, por que deixou um homem tão malvado me tirar um anjo? Talvez um dia eu entenda, mas por agora, a única coisa que sei contar é dessa dor que rasga meu ser inteiro, e me faz querer chorar um mundo.
Passando uns dias ela se lembrou da flor que mano lhe falara, então caminhou rumo ao jardim e viu ali uma linda flor branca. Mas quem a segurava era ele.

Ela correra a seu encontro muito feliz e o abraçou, foi um abraço tão cheio de ternura.
Ele disse: vim te deixar esta flor, e dizer que não fique triste, eu estou num lugar tão bonito cheio de meninos e meninas de asas. Mas sempre que se lembrar de mim, estarei contigo.
O que mata o sentimento é o medo de senti-lo.
O que faz o amor permanecer vivo é a pureza de amar.
Não se esqueça.

Acordei ao lado de uma linda flor,
mas até hoje tenho a certeza que não foi um sonho aquilo.