Deus, seu sorriso é uma janela para minha alegria. A noção exata de te sentir me faz tão feliz. Foi tão rápido que descobri o brilho de um astro, aquele que iria fazer de minha história um recomeço de amor. Houvram pedaços que se soltaram, e ficaram lá atrás, mas eu não esqueci. De certo modo estão colados na minha memória. Todos tiveram suas cores, alguns cinzas, craquelados, alegres, e outros coloridos demais.Em cada um deles eu vivi de coração. Eu ouvi o AMOR me chamar, ELE brincava comigo quando minha tristeza precisava de risos. Eu senti sua voz me ninar, quando eu chorava de frio e de fome. Adormeci muitas noites, imaginando um copo de leite, nem precisava ser quentinho e cheio, bastava matar minha fome. Muitas vezes não fazemos nada, e não há nada que se possa fazer com isso. Mas a minha direção era sempre iluminada pelo Sol. Por quê? Eu me fiz muito essa pergunta. Mas tratava de me fortalecer me dando a resposta positiva, que um dia tudo iria ser bem azul, e no fundo um arco-íris mandado pelo Céu, iria indicar a direção que eu precisava seguir. “Não chore Fernandinha, a gente um dia vai ter um pai e uma mãe, irmãos, um lar e você até vai poder comer empada no domingo”. Eu me dizia isso sempre que pensava não haver mais maneira de me dar força, por me sentia fraca de fome. Eu olho para trás e sinto um orgulho tão grande de mim, é sério! Eu sinto. Quando recordo aquele tempo, meus olhos mergulham num mar de emoções. Como fui corajosa diante das noites em bancos de praças. Mas eu não sabia o que era perigo até eu ficar grandinha. No entanto tudo já vem bem detalhado, e com um cuidado excessivo do Criador. Nenhuma criança fica desamparada a seus olhos. Ontem eu vi do ônibus, um menino de rua caído com um saco de cola nas mãos, aquilo me doeu inteira. Pedi que o Senhor colocasse alguém em seu caminho ali, para ajudá-lo a sair daquilo. Precisamos conscientizar nossas crianças, de que as drogas são bichos papão desde cedinho, para que elas não tenham a curiosidade de experimentar. Orientar estas crianças de que não devem aceitar balas ou qualquer outro presente de estranhos, porque existem muitas pessoas mal intencionadas por aí. É incrível como a confiança perdeu o sentido no mundo. E o mal tomou conta de corações por opção de quem os carrega. Comecei falando de amor e me estendi para outro rumo, que não deixa de ter amor no meio. Mas eu sinceramente espero que o hoje, seja mais correto em relação àqueles que moram nas ruas por falta de opção. Eu espero que cada olhar que se depare com um sem-teto, esteja de alguma forma próximo de fazer a sua parte. É perigoso se aproximar de alguém assim? Na maioria das vezes sim, mas há muitas formas de ajudar. Tive sempre em mente o que queria. Aprendi a ler sozinha juntando palavras, me fascinava quando via alguém lendo próximo a mim, era sempre uma nova descoberta. Agradeço pelo que tenho hoje, ao Senhor do alto que nunca me deixou sozinha, por meus pais que mesmo eu sendo uma menina-grande não hesitaram em me adotar aos 14 anos de idade. ♥

★☾ ✿Gente - Miúda✿

★☾ ✿Gente - Miúda✿
Era uma vez, uma garotinha que se chamava... Bora ler!

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Milagre e Prece -Última parte




A noite chega e ela na beira da praia fecha os olhos para ouvir o som das ondas, e faz sua prece:
- Senhor do alto, amigão do coração e de toda vida.
- Meu sentir se lança diante de ti com tanta alegria. Obrigada por todo amor que nos dedicastes e dedicas. Peço que cuide sempre daqueles que sentem medo, por favor, porque são prisioneiros de suas dores e escolhas.
- O tempo une e separa, faz presente e ausenta de nossos olhos seres que amamos, admiramos, nos ensinam. Mas sei que esta é a continuação do evangelho, do teu amor, e do teu misericordioso coração. Precisamos uns dos outros para isso, para unir todas as formas de amor e sintonias no grande propósito do Bem maior.
- Não entendo muitas coisas, mas quando estamos tendo essa conversa de coração para coração, eu sei que tua morada habita em mim, em meu semelhante, em todos sem distinção.
- Aquelas mãos que eu presenciei por instantes, são elas que quero beijar com toda minha certeza e amor, e lhe dizer que estou com meu coração ajoelhado diante de sua bondade e agradecida por tudo.
- Proteja minhas pessoas onde quer que estejam, e que nos ajude sempre para que possamos esclarecer todas as dúvidas, diante dos atos de amor por nós, pois eu li no livro sagrado que nada, nem um fio de nosso cabelo cai sem que tu consintas. Esclarece meu coraçãozinho por favor, que seja feita a tua vontade e não a minha. Que a paz caia sobre o planeta jorrando sementes de uma paz que só teu amor de Pai concede ...


Amém!




♥♫(Felicidade é saber que fui embora apenas do que me machucou
 e fiz morada no amor para sempre.)
 Autoria M. Fernanda♥♫
Imagem: Minha

Milagre parte 4


Autoria M. Fernanda♥♫
Imagem: Minha


Manhã... ela aparecia mais radiante, semelhava que o dia sorria junto dos adornos da primavera e dos cantos dos pássaros. Ela dá bom dia ao Senhor do alto, às coisas ao redor e segue para o chafariz. Recorda que hoje seria um dia especial, o dia que Laís havia marcado dentista para ela por uma amiga no posto de saúde. Hoje ela iria usar a escova de dentes, êba! Antes vai dar bom dia à vó Eliza, e depois sim, irá para o posto de saúde. Chegando lá não encontra ninguém no leito, entende que houve êxito e vó Eliza sarou. Laís se aproxima dela e lhe abraça bem forte, enquanto diz que vó Eliza precisava voltar para o Céu. Ela ficou em silêncio, abraçada na moça. Algumas lágrimas, e um soluço bem baixinho era o que se ouvia.
- Fernandinha, ela pediu para lhe entregar isso.
- Era um ladinho de meia que nós dividíamos quando estávamos com mais frio que a outra. Ela achou quando nós catávamos lixo. Ia jogar fora, porque uma meia só não serviria para nada, mas eu lhe disse que se não servisse não estaria ali. Que mesmo aquecendo só um lado do pé, era bom sentir porque o outro pé iria saber a diferença quando trocasse de lado. Daí então poderíamos dar o merecido valor ao anjo bom que a jogou ali, para que outros necessitados a achassem.
- OH querida, como pode alguém tão especial não ter um lar?
- Eu tenho um lar, é numa das moradas do nosso Pai do Céu, eu tenho tudo que preciso nesse lar.
- Não quis dizer desta forma, eu sei que tem. Mas é injusto algumas coisas, sabe?
- Sei porque pensa assim Laís, muitos pensam, mas se aprendermos a temperar a dor com o amor o sabor muda, entende?
- Ah Fernandinha, você até aprece um ser de outro planeta, tem resposta boa para tudo.
- Sabe? Vó Eliza está feliz lá onde está, recebeu seu milagre, e está em paz.
- Você sabe qual era o milagre?
- E você sabe quem seja maior que Deus?
- Lá vem você com seus símbolos difíceis de decifrar né?
- Deus nos modela, e arranca o medo, o frio, a tristeza, a fome. Ele esmaga todo o mal como um grão de areia entre suas mãos se quiser, se for de sua vontade, mas deixa ainda o mal existir para que o homem possua a força de exercer a sua escolha nas coisas, para que ele perceba que foi criado para o bem, para o amor, para a absolvição e a compaixão, de mãos dadas com a caridade.
- Sabe querida? O homem não compreende nada disso.
- Mas um dia todos compreenderão. Porque precisarão conhecer as oportunidades que os deixam cegos para decidirem o que querem, ou o que ficou difícil de entender. A verdade que necessitam é singular porque ninguém pode ser verdadeiro pelo outro, a consciência é única assim como cada segundo do dia de nossas vidas. As leis de Deus habitam dentro de nós e é por ela que vem o certo ou o errado.
- Quer vê-la?
- Tá.
- Perguntei se quer?
- Vê-la irei sempre no meu coração, o que vou ver agora já é da terra e a terra irá ficar. Mas o que pertence a Deus, a Ele regressa.
- Então é melhor não irmos né?
- É... Que seja bem vinda ao lar vó, e fique em paz.


Continua...




Imagem: Google

Li algo deste ser James Van Praagh
e uma frase me marcou muito.
"É difícil perder alguém a quem sentimos bastante chegados. Todos perdemos alguém em algum ponto de nossas vidas, é uma realidade da natureza, e infelizmente temos que encarar  isso da melhor maneira possível".